Halloween party ideas 2015

Gravidez não é sinônimo de sedentarismo. Pelo contrário, durante a fase gestacional é importante que as mulheres se movimentem, praticando alguma atividade física para que o corpo se adapte as novas mudanças. Durante esse período os exercícios físicos podem evitar problemas de saúde e desconfortos como, por exemplo, dores lombares e também são benéficos ao bebê.
Devido às alterações hormonais durante esse período é natural que a mulher fique mais emotiva e propensa ao estresse. Para diminuir o desgaste emocional, a prática de exercícios contribui na produção de endorfinas – substância que dão sensação de bem-estar –, sendo indicadas para que as futuras mamães fiquem mais relaxadas e achem uma maneira de colocar suas emoções para fora.
No entanto, realizar atividades físicas devem ser indicadas após o terceiro mês de gestação. Isso porque nos primeiros meses os índices de aborto espontâneo são maiores e todo cuidado nesse período é recomendado. As atividades devem ter um auxílio médico de um ginecologista obstetra, por exemplo, para que seja avaliado de acordo com a gravidez e o perfil físico de cada mãe nessa fase. No caso de mulheres que não tinham costume de alguma prática anteriormente, é importante que inicie os exercícios de maneira cautelosa, respeitando seus limites. Os especialistas separam as atividades em três fases:
  1. Atividades de baixo risco – indicado para gestantes sedentárias como caminhada, ciclismo, ioga, natação, hidroginástica etc.
  2. Atividades de médio risco – indicado para gestantes com um bom condicionamento físico. As práticas podem ter mais esforços do que as anteriores como, por exemplo, tênis, ginástica, aeróbica, musculação entre outros.
  3. Atividades desfavoráveis – Exercícios físicos de alto impacto, esportes de contato físico e risco de traumas não são indicados para nenhum tipo de gestante, pois podem gerar riscos para a mãe e ao bebê. Sendo conveniente não praticar esportes como basquetebol, futebol, voleibol, hipismo e mergulho.
Os exercícios, independente da fase, devem seguir algumas restrições como:
  • Realizar pausas de 20min entre cada série;
  • Verificar sempre os batimentos cardíacos, não ultrapassando de 140 por minuto;
  • Manter-se hidratada;
  • Estar atenta a qualquer sintoma diferente no corpo;
Apesar dos benéficos comprovados pelas atividades físicas, em alguns casos é contra-indicado:
  • Ameaça de aborto espontâneo;
  • Risco de parto prematuro;
  • Placenta de inserção baixa;
  • Descolamento ou hematoma placentário;
  • Sangramento vaginal;
  • Problemas na coluna lombar ou nas articulações do quadril;
  • Pressão alta;
  • Doenças preexistentes.
O obstetra é o único que pode liberar ou não o exercício, caso contrário é imprescindível seguir as recomendações médicas e todos os cuidados estabelecidos para a segurança do bebê.

Os exercícios físicos mais comuns na gravidez

Há diversas atividades que podem ser realizadas e que geram benefícios e bem estar. As práticas mais comuns são:

Ioga

A Ioga é muito indicada durante a gestação porque é o momento que a mulher está mais disposta a se conectar com seu mundo interior. Além disso, a postura realizada durante o método ajuda a alongar e tonificar os músculos evitando que os movimentos fiquem restritos no final da gravidez. Os exercícios ajudam também na ampliação da flexibilidade corporal, relaxa as articulações e ativam a circulação, aumentando a oxigenação do organismo.

Alongamento

Algumas pessoas têm opiniões errôneas sobre o alongamento, pois acreditam que a simplicidade do mesmo não pode gerar tantos privilégios quanto os demais exercícios. Entretanto, ao contrário disso, ele traz benefícios quanto qualquer outra atividade, tendo ainda a regalia de ser realizado em qualquer lugar e a qualquer hora. As vantagens da prática estão no alívio da dor nas costas, aumenta a circulação sanguínea, diminuindo o inchaço das pernas e também levando mais oxigênio ao bebê, ajudando-o a crescer mais saudável. Uma aula de alongamento também ajuda a combater a prisão de ventre e a aliviar os gases, que são comuns durante a gravidez.

Exercícios Aquáticos

As atividades realizadas com água trazem maior sensação de relaxamento, para as gestantes diminuindo a redução do peso da gravidez e evita problemas de quedas e lesões. As práticas mais realizadas são a natação e hidroginástica as quais ajudam na diminuição de inchaços, dores lombares, fortalecimento do abdômen e do músculo do períneo, o que contribui no trabalho do parto.

Musculação

A musculação também está liberada, principalmente para aquelas que já exerciam a prática anteriormente. No entanto, deve-se lembrar que é preciso tomar cuidados e evitar pegar muito peso. A modalidade é excelente para fortalecer e tonificar os músculos mais afetados pela gestação, como as pernas e costas, visando melhorar a postura e aliviando as dores lombares causadas pela inclinação do quadril. A musculação durante essa fase pode melhorar a autoestima, o controle do peso, evitando também a formação de varizes. Ela pode aumentar a resistência cardiorrespiratória e principalmente a muscular.

Pilates

É uma atividade física que combina flexibilidade, força, consciência corporal, relaxamento e respiração. Além dessas vantagens, os métodos realizados no pilates são movimentos que contraem o abdômen e os músculos do assoalho pélvico – que tende a enfraquecer durante a gestação.  Muitos exercícios são realizados ‘de quatro’ – usando os quatros apoios, dois joelhos e as duas mãos ou cotovelos, uma posição que ajuda a aliviar a pressão sobre as costas e a bacia. Além de ser ótima para auxiliar o bebê a se movimentar na direção certa para a hora do parto.
Independente dos benefícios das atividades físicas é importante ouvir sempre o próprio corpo aos sinais de cansaço, tontura ou qualquer outro sintoma diferente. Evite exercitar-se em dias quentes e busque por horários mais frescos.
Aproveite essa fase, para mudar pequenos hábitos antigos para uma alimentação saudável com exercícios diários. Essa rotina trará benefícios tanto para as mães quanto para o bebê em qualquer período.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.